EVENTO

Somos um evento itinerante e atualmente o maior encontro de estudantes de Biotecnologia do Brasil. Um evento sem fins lucrativos, de caráter científico, político, acadêmico e cultural, realizado desde 2015, e tivemos origem a partir da vontade de estudantes e profissionais de diversas cidades, que buscavam possuir um espaço próprio e autônomo para discutir, aprender e fortalecer o movimento estudantil de Biotecnologia a nível nacional.

 

LiNAbiotec

Liga Nacional dos Acadêmicos em Biotecnologia

É uma instituição sem fins lucrativos com o principal objetivo de promover eventos para a divulgação da Biotecnologia no Brasil. Fundada em 2011 com o apoio de estudantes da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da professora Dra. Ana Lúcia Ponte Freitas, docente da mesma universidade, a LiNAbiotec teve como principal intuito criar e consolidar o diálogo entre os estudantes e profissionais da área de Biotecnologia, além de suscitar o reconhecimento do curso e área de atuação por todo o Brasil. Atualmente, a LiNAbiotec é constituída por núcleo, pólo e corpo social. O núcleo, localizado na UFC - onde o movimento foi idealizado - é responsável por promover a interação entre os alunos do curso de outras instituições estudantis. Os pólos – formados por estudantes de instituições de ensino superior vinculadas à Liga – possuem como representantes um conselheiro e um vice-conselheiro, que tem como principal função mediar debates de interesse comum dos graduandos e auxiliar com os eventos nacionais relacionados aos mesmos. O corpo social é o público presente em mídias sociais, que além de favorecidos pelo trabalho do núcleo e pólos, também propõe melhorias para o programa. Por meio de debates e outras ações, esta relação entre núcleo, pólo e corpo social é responsável pela promoção da área, que cada vez mais ganha reconhecimento nas instituições estudantis e no mercado de trabalho nacional. Até o momento, a LiNAbiotec possui 17 pólos em diversos estados do Brasil e Distrito Federal.

Fortaleza, Ceará

NÚCLEO'15

O NÚCLEO’15 foi o I Encontro Nacional de Estudantes de Biotecnologia organizado pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e ocorrido na cidade de Fortaleza - CE, no ano de 2015. A origem do nome do evento está ligada a diferentes significados. Na semântica biológica, o termo núcleo nos remete ao compartimento nuclear das células eucarióticas. Porção que contém a maior parte da informação genética desses organismos e desempenha o papel de central de armazenamento de dados da unidade celular. Do ponto de vista químico, está relacionado com o núcleo atômico, onde as forças de coesão nuclear entre prótons e nêutrons faz com que essas partículas fiquem unidas nessa região. Sob a ótica social, a expressão núcleo é bastante utilizada para designar um grupo de peças que tomam decisões sobre um determinado assunto de importância relevante. O primeiro Núcleo foi desenvolvido por uma comissão organizadora junto à LiNAbiotec, e teve como objetivo obter melhorias e soluções para a formação e profissão da Biotecnologia no nosso país. No evento foram ministrados apresentações e debates de cunho científico e político, como a Regulamentação da Profissão, Criação do Conselho Nacional de Biotecnologia e o I Encontro de Empresas Juniores, além de atividades desportivas e outros encontros recreativos para alcançar a interação entre os participantes. Após o evento, foi sugerida a continuação do encontro para que as ideias propostas no NÚCLEO’15 fossem levadas adiante. Assim o pólo da UnB se voluntariou a sediar o NÚCLEO’16 que irá ocorrer no ano de 2016, em Brasília – DF.

CONBIT

Comissão Organizadora do Núcleo de Biotecnologia

A Comissão organizadora do encontro é formada por estudantes universitários voluntários, sendo responsável pela criação, produção e execução do encontro. O custeio do evento se dá através de apoios com iniciativa privada e pública, cobrança de inscrição para participação das atividades e pela parceria de entidades e pessoas dispostas a investir no mesmo. Também é de responsabilidade da comissão controlar as informações relativas às inscrições dos encontristas, divulgação, contabilidade do evento e grade das atividades, além de arcar com os gastos referentes ao pagamento de fornecedores e funcionários terceirizados que trabalharão no evento (serventes, seguranças, etc.) assim como a compra de material para a realização das atividades, tanto de conteúdo como as de integração.